Amsterdã – Holanda

Rodeada por canais, pontes e ciclovias, repleta de construções antigas (com janelas enormes que mais parecem vitrines) e paisagens de tirar o fôlego, Amsterdã possui uma vida cultural intensa. Mas a verdade é que, apesar dessa movimentação toda, a cidade não decepciona aqueles que desejam uma estadia tranquila ou até mesmo romântica.

amsterdã 1

Quando ir

Amsterdã é uma cidade excelente em qualquer época do ano, até mesmo no inverno onde as temperaturas ficam próximas do zero.Quando as temperaturas ficam realmente baixas, alguns canais da cidade chegam a congelar e os moradores locais aproveitam a ocasião para praticar um dos esportes preferidos do País: a patinação no gelo.

Se você não é muito fã do “friozinho”, o melhor período para desembarcar no país é a partir de abril, quando a primavera chega acompanhada de temperaturas mais amenas e a Holanda inteira, conhecida como o país das flores, fica mais colorida.

A partir do verão até meados do outono, as temperaturas já estão mais altas e os dias, mais longos – o que resulta em muita agitação nas ruas da capital da Holanda. É ainda nessa época do ano que os canais de Amsterdã ficam lotados com barcos.

Atrações

Museus

O cartão dos museus (museumkaart) é uma excelente opção para aqueles que pretendem dedicar um bom tempo de sua estadia à arte. Com ele, é possível garantir a entrada não só, na maioria, dos museus de Amsterdã, mas também em museus de todo o país. O cartão tem duração de um ano e é considerado um excelente custo-benefício, pois custa apenas alguns euros a mais do que uma única entrada em certos estabelecimentos. O Museu Van Gogh é um dos pontos turísticos que não pode faltar no seu roteiro, com rico acervo de obras do pintor holandês. O espaço disponibiliza áudio em português com explicações sobre as pinturas, além de informações sobre a vida do artista.

Museu Van Gogh

Museu Van Gogh

São pelo menos 50 museus espalhados pela capital da Holanda e no mínimo 400 em todo o país, que, além de Van Gogh, também se orgulha de outros renomados filhos, como Rembrandt, Frans Hals e Piet Mondrian.

Casa de Anne Frank

Casa de Anne Frank

Casa de Anne Frank

 

Aproveite para ver de perto a casa em que Anne Frank viveu, um dos museus mais visitados da cidade. A jovem ficou famosa após a publicação de seu diário, caderno repleto de histórias sobre a luta contra a perseguição nazista, na década de 40. Na casa-museu, você passeia pelos cômodos e conhece a famosa estante de livros que dava acesso a um cômodo secreto, assim como o local que serviu de esconderijo da família Frank.

Keukenhof

É imperdível a visita ao famoso Keukenhof, o Parque das Tulipas, localizado a 30 minutos de Amsterdã. Os campos são coloridos naturalmente por tulipas, orquídeas, rosas e outros tipos de flores. Abriga mais de 10 quilômetros de trilhas que podem ser percorridas a pé ou de bicicleta (você pode alugar uma no próprio parque). Abre apenas na primavera e é considerado o maior parque de flores do mundo. Se preferir não sair da cidade, conheça o Koningsplein, mercado flutuante de flores.

Keukenhof - Parque das Tulipas

Keukenhof – Parque das Tulipas

Dam

Uma das praças mais famosas de Amsterdã, a Dam é também um dos lugares mais movimentados da cidade. Extremamente bem localizada, a mais ou menos 1,3km da estação central de trens, é lá que você vai encontrar o Memorial Nacional aos Mortos, um monumento que homenageia as vítimas da Segunda Guerra Mundial. Todo dia 4 de maio, uma cerimônia é realizada no local, com a presença da rainha Beatriz, da Holanda.

Como não poderia deixar de ser, a movimentada praça também está repleta de bares, restaurantes, casas noturnas e lojas com opções para os mais diversos gostos.

Onde Ficar

Opções de hospedagem não vão faltar em Amsterdã. Durante uma breve caminhada pelo centro da cidade é possível notar a enorme quantidade de hotéis e albergues que se encaixam nos mais diversos perfis e bolsos.

Hotéis

Hotéis

Amsterdã não oferece apenas um bairro ideal para se hospedar, mas vários. O Joordan, por exemplo, é repleto de canais, ruazinhas, cafés e restaurantes de todos os tipos – ideal para quem pretende experimentar esse lado mais charmoso da cidade . A região próxima à Estação Central de Trens também abriga boa quantidade de opções, muitas delas pertencentes às grandes redes. Mas se a intenção é ficar próximo da movimentação noturna da cidade, as regiões ideais são as das praças Leidse, Rembrandt e Dam.

 

 

Algumas opções de hotéis são:

Ibis Amsterdam Centre

NH City Centre Amsterdam

De Hoedenmaker

Park Mansion Centre

ME apartment Jordaan

Eden Amsterdam,  entre outros…

Onde comer

Diversidade é uma palavra que bem caracteriza a culinária em Amsterdã. Se você gosta de peixe cru e sabores marcantes, não deixe de experimentar o arenque cru (Haring), disponível em barraquinhas espalhadas por toda a cidade. A iguaria é bastante apreciada pelos holandeses e junho é a melhor época do ano para experimentá-la, por ser o início da temporada do peixe. A batata frita vendida em quase toda esquina de Amsterdã também é imperdível. Disponível nos mais diversos tamanhos, o snack crocante fica ainda melhor com uma generosa porção de maionese.

Moeders é um restaurante típico holandês. Moeders significa “mães” em holandês. A proposta desse restaurante é servir uma comida bem caseira como a que os holandeses comem em casa. Ou seja… comida de mãe. O Restaurant ‘t Zwaantje tem cardápio variado com diversas opções, comida farta, boa e com preço justo. O La Place é um restaurante self-service. As opções são muitas, você pode comer desde um sanduiche até um prato quente, passando por saladas e sopas e indo de opções vegetarianas até carne. Os ingredientes são frescos e tudo é preparados na hora na sua frente. O Maoz é uma rede especializada em falafel (comida de origem egípcia, feita de uma pasta de grão de bico agrupada em bolinhos, que são fritos). Se você quiser comida japonesa, a dica é o Sumo sushi grill. O Sumo tem muita opção, o sushi é bom e o preço justo. O atendimento é atencioso.
restaurante-amsterdã

 

Albert Cuyp Markt é a maior e mais tradicional feira a céu aberto de AmsterdãComo toda boa feira, a Albert Cuyp também tem uma seção de comidas prontas e petiscos tradicionais, como os queijos, o kip saté (espetinho de frango com molho à base de amendoim) e o stroopwafel (biscoito típico holandês recheado com caramelo). O Gollem’s Proeflokaal é um café aconchegante e ao mesmo tempo pra lá de animado. Deliciosas cervejas, comida saborosa (muitas delas preparadas com a cerveja como ingrediente), além de um ambiente superalto astral.

Depois de todas essas dicas, curiosidades e imagens lindas, o que você tá esperando pra começar a programar sua viagem pra lá?? Não perca tempo! Esse lugar lindo, cheio de encantos está esperando por você…

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *