Roteiros com praias bioluminescentes

O fenômeno da bioluminescência é o que leva organismos, como águas vivas,
cogumelos e outros a se produzirem e emitirem luz fria, através de uma reação
química, transformando a energia química em luminosa. Esse mecanismo de
luz é igual ao que vemos nos vagalumes e nas bactérias bioluminescentes.

Explicando melhor esse fenômeno nas praias
No caso dos mares, essas luzes são formadas por alguns microorganismos
que nesse caso, podem ser os plânctons que se apoderam dessa prática para
espantar seus predadores. Essa reação química é resultante em luz, nos
mares, ficam parecidos com bastões luminosos. Dando um resultado quase
mágico aos olhos.

Praias onde esse fenômeno pode ocorrer
Na Austrália, o tipo de ambiente localizado lá, é muito propício para a floração
de algas e as flores dessas plantas são arrastadas pelas águas, que passam a
carregar centenas desses organismos luminosos. Tudo isso, atrelado aos
vários incêndios ocorridos nessa região no ano de 2006, logo após uma
possante enchente.

Contudo, esses fatos fizeram com que ocorresse um crescimento de
cianobactérias ou as algas verde-azuladas que fizeram com que suas flores se
desenvolvessem e tornando um ambiente com bioluminescência.

No caribe – América Central
No Caribe, no século 17, os exploradores coloniais espanhóis tentaram fechar
a baía de mosquito bay e assim, a separar do mar, pois, eles acreditavam que
essas luzes poderiam ser uma criação do diabo, porém, ao reduzirem o fluxo
de água do mar nessa baía, esses mesmos espanhóis, aumentaram a
concentração desses microorganismos e por isso, nessa praia aparece à
bioluminescência.

Na Ásia – Ilhas Maldivas
Um verdadeiro paraíso, aquelas luzes que vemos nessa praia, é esse
fenômeno. Nas ilhas Maldivas isso pode ser visto a olho nu, são encontrados
em grande parte da praia e o seu visual é assemelhado a um glitter. Em tal
caso, ao andar, nadar e até as pegadas na areia podem brilhar.

Na Europa
Encontramos esse fenômeno na Bélgica. Esses tipos chamados de organismos
presentes nessa região, são chamados de ´´faísca do mar“, nesse caso, a

água com uma certa nutrição, é uma fonte de alimentação para os plânctons e
são uma excelente combinação para crescerem nesse local.

Reino Unido
Pode ser visto na cidade de Norfolk, na Inglaterra e pode ser notado esse brilho
em suas águas rasas e salgadas, uma boa hora para se ver, é logo após, um
período de luz do sol.

Encontrando a bioluminescência no Brasil
Aqui no Brasil, o fenômeno da bioluminescência é produzido por fungos e
insetos. São espécies vegetais e de bactérias marinhas, como algas e que
emitem uma luz parecida com neon colorido que colore as ondas de verde e
azul. Podem ser encontradas nas águas da costa de Imbé e Tramandaí em Rio
Grande do Sul, no Paraná, na região da Ilha do Mel e em São Paulo, na Ilha do
Cardoso no extremo Sul do litoral Paulista.
Essa é mais uma maravilha da natureza, para nós, esse fenômeno, é lindo e
pode ser encontrado em outras praias em nosso país. Portanto, citamos
apenas algumas nesse extenso Brasil varonil.

Add comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Google Plus