O que você não pode deixar de fazer em Cancún?

Cancún é uma cidade no México, na costa do Estado de Quintana Roo, conhecida
em todo mundo por ser um dos centros turísticos mais importantes do México e um dos
lugares mais requisitados da rota do turismo internacional. Com uma beleza natural
preservada e sítios arqueológicos de cultura ancestral, tais como Tulum, Uxmal e Chichén
Itzá, o local tem muito a oferecer aos visitantes, desde um banho no mar do Caribe ou uma
refeição num restaurante charmoso até compras em centros comerciais com as melhores
grifes mundiais ou um dia para relaxar no spa. Vejamos alguns dos principais programas
para se fazer em Cancún que você não pode deixar de experimentar!

Parque Ecológico Kabah
Para quem gosta de ecoturismo, o Parque Ecológico Kabah é uma boa pedida.
Composto por 39 parques, a atração é um santuário ecológico que abriga variadas espécies
de fauna e flora, algumas ameaçadas de extinção. O visitante poderá fazer visitas guiadas,
bem como variadas atividades ecológicas e oficinas, na qual terá a oportunidade de ver
espécimes de quatis, crocodilos e macacos-aranha.

Zonas arqueológicas
A cerca de 130 quilômetros ao sul de Cancún se encontra a sítio arqueológico de
Tulum, com os resquícios da civilização maia mais visitados da Península de Yucatán. Com
uma areia branca e suave defronte a um mar verde-esmeralda, devido ao sol que brilha
quase todos os dias do ano, o local, além de ter uma beleza natural deslumbrante, contém
uma fortaleza maia construída sobre um morro com vista para o mar. Entre as construções
que mais merecem destaque estão o Castelo e o Templo de los Frescos. Por estar numa
posição estratégica, a cidade maia costumava abrigar altares ancestrais e controlar o
comércio marítimo local, tendo sido habitada até 1598, 80 anos depois da invasão
espanhola.

Além do sítio de Tulum, a zona arqueológica de El Meco também chama a atenção
dos visitantes interessados em história. Localizada a 8 quilômetros ao norte do centro de
Cancún, El Meco consiste num complexo de catorze estruturas com um templo principal,
representantes da cultura maia pré-colombiana. O sítio fica situado no município de Isla
Mujeres, e o curioso nome “El Meco” advém, provavelmente, do proprietário de uma antiga
plantação de côco que existia no local onde as ruínas hoje se encontram. A posição
estratégica de El Meco lhe permitiu ser um ponto de controle do comércio com a Isla
Mujeres e, mais tarde, um dos portos mais ativos da rede comercial da Costa do Caribe.

Além de ter se tornado um centro comercial, El Meco também veio a ser um centro
religioso. Com a invasão dos espanhóis no século XVI, os maias abandonaram o local.
Ainda de interesse é o sítio arqueológico Chichén Itzá, localizado no município de
Tinum, na península de Yucatán. Sua principal atração é o preservado Templo de Kukulcán,
um dos mais emblemáticos símbolos da cultura maia, declarado patrimônio da humanidade
pela UNESCO em 1988 e votado como uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo, em
2007. A maior parte dos turistas que visitam esse sítio partem de Cancún, por meio de
excursões guiadas.

Ilhas e praias
Entre as atividades mais populares entre os turistas em Cancún está o mergulho.
Devido à localização privilegiada da costa Riviera Maya, há um ecossistema complexo
formado pela grande barreira de corais mesoamericana, com cerca de 100 espécies de
coral, 350 de moluscos e 150 de peixes. Alguns lugares indicados para mergulhar incluem
os recifes mais próximos da costa, os naufrágios debaixo d’água e os cenotes, famosos
buracos de grande profundidade, mais indicados para quem já tem mais experiência com o
mergulho.

Um dos locais mais fascinantes para a prática do mergulho na região é a ilha de
Cozumel, com seus 53 quilômetros de circunferência e 14 quilômetros de comprimento (a
maior ilha do México). Localizada a 19 quilômetros da costa, foi definitivamente descoberta
pelo turismo internacional por influência do pesquisador e documentarista Jacques
Cousteau, que apresentou as formações coralinas da ilha para todo o mundo. São
exatamente esses corais e recifes que mais atraem para o mergulho em Cozumel. Entre os
destinos mais requisitados se encontra o Recife Palancar, com visibilidade de até 70 metros
de profundidade, a depender das condições do dia. A ilha hoje em dia conta com toda uma
infraestrutura de lojas e restaurantes, na cidade de San Miguel de Cozumel, para atender
aos turistas que chegam, inclusive, de cruzeiro internacional, no movimentado cais da ilha.

A Isla Mujeres também é interessante para o ecoturista aficionado por mergulho.

Distando cerca de 10 quilômetros de Cancún, a ilhota é mais tranquila que a cidade, com
águas mais calmas e menos prédios cobrindo o horizonte. É recomendado que se faça uma
excursão paga, que pode incluir passeio de barco pela ilha e mergulho, ao passo que, se a
intenção for apenas tomar sol, o visitante pode ir por conta própria e até mesmo passar a
noite por lá, em alguns dos vários bares apinhados de jovens mochileiros. É importante
frisar a necessidade de ajuda profissional caso a intenção seja o mergulho, pois você
precisará de algum treino e acompanhamento caso queira, por exemplo, visitar as cavernas
onde os tubarões repousam (o que é possível devido à baixa salinidade das águas da Isla
Mujeres).

Localizada na costa Riviera Maya (lar do segundo maior recife de corais do mundo),
a 68 quilômetros de Cancún, a Playa Del Carmen também é uma boa pedida para os
turistas. O balneário tem uma oferta variada de hotéis e bares agitados, além de possibilitar
mergulho nos poços d’água interligados pelos canais subterrâneos de Xcaret e de Xel-Há,
ou ainda a prática do rapel para os mais radicais. O mergulho nessa região também é
indicado para quem quer ter uma experiência visual inesquecível entre peixes e corais
multicoloridos.

A Playa Delfines é uma das mais frequentadas na região, frequentemente servindo
de ponto de partida para os mergulhos com golfinhos, devido ao grande número de
agências especializadas. Além disso, a praia é bem espaçosa, contando com cadeiras e
espreguiçadeiras confortáveis para os visitantes. Por ser uma praia pública, o espaço não é
dominado por resorts nem hotéis, sendo frequentado tanto por turistas quanto por
moradores locais.

Add comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Airbnb Grátis [CADASTRE-SE]